BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

sábado, 24 de outubro de 2009

Livro insônia..!


Bom é o seguinte..eu estava lendo um livro chamado 'insônia' e achei uma coisa bem legal nele que o Daniel escreveu (Daniel é o personagem), e resolvi postar pra vocês, quem quiser ler esse livro, vai gostar muito, é um livro bem moderno! Ameii *-*

"
Vejo você passando e a mesma coisa acontece, o mesmo tremor nas minhas mãos. Me coloco atrás de uma vitrine pra poder ver você caminhando pro colégio.
Não sei mais quantas vezes eu fiquei aqui nessa esquina, esperando você passar. Às vezes seu pai dá carona, e tudo que eu consigo é ver você por um instante, ou um pouco mais se o sinal estiver fechado.
Cada dia eu prometo que vai ser diferente, que eu vou juntar a coragem toda que eu nem tenho e falar com você. Penso em todos os jeitos de começar uma conversa, desde os mais idotas até coisas que nem eu acredito que fui eu mesmo quem pensou. Penso em coisas como dar flores a você e dizer que elas passam vergonha ao seu lado, mas você poderia rir e me achar antigo ou tolo. Penso que eu poderia fazer alguma coisa dramática, ser atropelado na sua frente, sei lá, e talvez assim a gente ficasse se conhecendo. Penso em lhe dizer que hoje está uma manhã linda e que eu adoraria caminhar com você até o seu colégio, que talvez a gente pudesse só conversar, sei lá, falar do tempo, falar do último disco da sua banda preferida, que eu também comprei só pra poder imaginar você ouvindo.
Mas eu sei que não vou conseguir, porque eu sou tímido demais, porque eu vejo você saindo com alguns garotos depois da aula, e eles sempre são do tipo que faz esportes, que surfa em Maresias, em Saquarema, em Garopaba. Daqui a pouco vão ao Peru, ou pro Hawaii, e vão ganhar um Vitara e você vai passear com eles.
Eu sou muito diferente deles e acho que não ia fazer nenhm sucesso com você ou suas amigas. Será que algum deles já escutou Sonic Youth? Algum deles já leu os poemas do Fernando Pessoa? Você já leu os poemas da Sylvia Plath? Será que eu poderia ler um deles pra você, ou você ia achar isso tolo?

Você é uma rainha pra mim, e eu fui me apaixonar logo por você. Eu devia ter olhado para o outro lado, pra alguém que me olhasse, mas alguma coisa aconteceu e eu fiquei assim.
Lá em casa, minha mãe me olha e fica preocupada. Pensa em por que eu ando perdendo peso, pensa que eu posso estar usando drogas pesadas, sei lá o que mais pensa, só não pensa o óbvio. Que eu vi esta garota e, desde que isso aconteceu, só consigo pensar nela, olhar pra ela e mais nada.
Acho que isso não é coisa pro nosso tempo, é coisa para aqueles poetas antigos, que ficavam sofrendo e pegavam tuberculose e morriam de amo. Hoje a gente sofre um pouco, entra no primeiro McDonald's e, quando sai, já não sente nada. Só que eu não sou assim.

Você passa e segue com o seu jeito de caminhar. Você não olha para o lado, não vê ninguém. Mesmo que eu seguisse você de perto, você não veria. Fiz fotos de você, pra poder olhar em casa. Coloquei todas na parede, e fico sonhando.
Essa roupa de hoje é nova. Você ficou muito bem nela, mas você fica sempre bem, até mesmo nas quintas-feiras, quando tem aula de ginástica no primeiro período e vem de agasalho e tênis. Nunca cheguei perto pra ver se os seus olhos são verdes, azuis ou pretos. Pra mim tanto faz. Só queria poder olhar pra eles, e só queria que eles me vissem de um certo jeito.
Acho que eu vou aceitar o convite e ir morar um ano nos Estados Unidos. Ou vou entrar pra Legião Estrangeira, fazer qualquer coisa pra sair daqui. Ou vou arranjar um emprego nesta esquina e passar os dias esperando você passar.
Agora você já se foi, e eu não tenho mais o que fazer aqui. Ir pra casa, pra guerra, ir até o porto e ir embora num daqueles navios, tantos faz agora. Pelo menos eu ontem ganhei um livro novo, com poemas do Fernando Pessoa. Posso ler, e talvez ele tenha alguma coisa pra me dizer, que me faça sentir melhor. Alguém disse que era bom a gente estar apaixonado. Esse cara nunca esteve apaixonado, nunca. Eu também não sabia o que era isso, mas eu era muito garoto, e agora é diferente. Quem disse que isso era bom não entendeu nada nada do assunto.
Eu era um garoto normal, com uma vida normal. E aí aconteceu isso. Tive que dizer pra garota que eu estava namorando que não podia mais sair com ela. Bebi Jack Daniels pela primeira vez e acordei no pátio da minha casa, com uma dor de cabeça horrível, achando o mundo o péssimo lugar. Tudo isso por você, que nem sabe que eu existo."
(Insônia - Marcelo Carneiro da Cunha)
Acabei..Eu queria um Daniel pra mim! :(
Ele não é um fofo?! Leiam o livro vocês vão amar!!
P.S. Ouçam: Os amantes (Daniel)
P.S². Quero agradecer a todos que tem vindo aqui no blog, comentar e visitar..! Obrigado e muitos bjos ;*

3 comentários:

•× ¦• šrŧα. rεεђ * disse...

Ah, também quero um Daniel :(
Gostaria de ter um amigo, ou algo mais que demonstrasse os sentimentos desse jeito, que pensasem assim.. seria bom que garotos assim realmente existissem perto de nós =/

Vou ver se acho esse livro aqui na minha cidade.
Beijos :*

Leidiane disse...

Eu tbém qeria muito..se vc ler esse livro vc vai ver como ele é fofo mesmo!
Ele toca numa banda o livro é demais!
Bjos ;*

Rafa Cullen disse...

Awnt! Caran, eu quero um desses :D' Mentira, não quero, eu gosto do meu garoto (im)perfeito, apesar de ele não saber disso ^^' Mas o menino do livro eh mesmo muuuuuuuito³³³ fofinho! *-*'