BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Sem sentido...

Se toda vez que eu olhasse o sol, ele estivesse diferente, eu teria a certeza de que algo ia mudar. O meu coração está assustado, as coisas acontecem em um passe de mágica, como se o futuro não existisse.
As pessoas sorriem com a mesma facilidade que choram, e com a mesma falsidade. Eu não sei os motivos das lágrimas, só sei que elas rolam pelo meu rosto, como se soubessem que algo está errado.
Parece que me falta algo, mas ninguém percebe, se percebe, não se importa; todos tem os seus próprios problemas. Tento te esquecer, tô confusa, o vento leva os meus cabelos, mas não os meus pensamentos, eles continuam aqui me machucando.
Fecho os olhos pra não te ver, mas eu sinto seu cheiro, e tudo acontece de novo; eu lembro de mim, de você, de nós. A cabeça doi eu tento não ligar pra isso. Proucuro seus olhos, eles não me olham mais, me esqueceram, ou será que não?!
Você ainda diz que me ama, eu tento não me iludir mais, já sofri muito com isso. Os teus gestos me soam com tanto amor, mas não, eu não posso mais pensar isso, não posso mais querer isso.
Eu faço parte do seu passado, ou melhor, eu nem fiz parte da sua história. Você sim, entrou na minha e não quer sair, o som tá alto, a música é linda, me encanta, lembro de você, de como você segurou a minha mão e perguntou porque eu não estava falando com você; quando você falou que não queria perder a minha amizade, quando senta no meu colo, quando diz que me ama.
Ama nada, você só quer me ver sofrer, ou será que você não sabe que eu gosto de você? Será que você pensa, que você é uma brincadeira pra mim, como eu sou pra você?
Ouço Chris Brown agora, Whith you... "Eu preciso de você amor...", diz a música; e realmente eu preciso, eu nunca te abraçei, talvez eu me arrependa disso, oportunidade não faltou. Mas eu só ia me iludir mais, eu não quero.
Eu me lembro dos seus primeiros passos pra me conquistar, começou com uma música do Chris Brown (kiss kiss), quem diria. Ainda lembro do que a minha irmã disse "Esses dois ainda vão namorar...", eu fiquei com vergonha e olhei pra você, você sem vergonha alguma respondeu "O que é que tu acha que eu quero!"
Mas isso já faz tanto tempo, você era tão carinhoso comigo, agora mal olha na minha cara. Isso me doi tanto. Será que isso um dia vai mudar? Eu queria que mudasse, só não sei como.
As pessoas passam na rua e sorriem, eu retribuo com um sorriso que um dia eu te mostrei, meus olhos querem colocar pra fora o que eu estou sentindo, mas é melhor não.
Eu passo, você me olha com um olhar de quem sente algo; eu te retribuo com um olhar triste e sem sorrisos, o coração dispara, apresso o passo, quero te perder de vista.
Meu primeiro amor, o primeiro que me magoou bem fundo, que me fez chorar e sorrir. Mas que um dia eu sei que vai passar, da mesma forma que o sol se põe e vem a noite nós encantar. Aparecerá outro alguém!

P.S. Hoje foi oficialmente o último dia de aula! õ/ o que me deixa muito feliz. Teve foto, discursso da professora, apresentação de trabalho (Rafa obrigada pela poesia, todos aplaudiram; acredito que tenham gostado.), assinatura nas blusas (depois eu posto algumas fotos da minha blusa!) e algo me surpreendeu; eu não chorei, em momento algum eu senti necessidade de sair abraçando todos, ou os mais importantes. Simplesmente, parece que eu lutava loucamnete para que isso tivesse um fim.

P.S². Ouçam: Olhar 43 (RPM)

P.S³. Eu do 1,00 pra quem adivinhar porque o nome do texto é sem sentido; tá total perdido, espero que vocês entendam algo. Dia complicado pra mim!
Amores boa noite e beijos ;*

3 comentários:

''Tay' disse...

Adorei o texto *-*

Feliz Natal.

bjus =*

ϟJoyce Amancioϟ disse...

Adorei o texto *-*
Feliz Natal!
Bjos

Leidiane disse...

Obrigada amores, feliz natal tbém!Bjos ;*