BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Dificuldades

"Eu posso afirmar pra vocês que vir pra Castanhal foi uma das melhores coisas que eu já fiz na minha vida; conheci pessoas maravilhosas, fiz amizades maravilhosas, aprendi muitas coisas, me desvinculei de pessoas que não valiam a pena, sai da mesmice, esqueci um pouco do passado entre outras coisas. Mas infelizmente nem tudo é mil maravilhas, certo?!
Certo. Quando a minha mãe e eu decidimos que eu iria fazer a prova do IFPA, veio a pergunta de onde eu ia morar caso eu passasse. Como a Maria, a Tati e a Andréia também iam fazer a prova, uma das minhas ideias foi de a gente alugar uma casa. Eu já tinha dito que no colégio eu não queria ficar, porque tinha que fazer uma entrevista e eu não queria ficar interna, são muitas regras e tal.. Passou pela cabeça da minha mãe de eu ficar na casa da minha tia, até porque a minha tia e o meu tio ofereceram a casa, minha mãe também cogitou a hipotese de eu ficar na república de Concórdia, que obviamente eu não quis na hora, eu me conheço o suficiente pra saber que conviver com 20 pessoas numa casa pequena não daria certo.
Eu passei na prova e a decisão foi; morar com meus tios. Apesar de eu não querer muito - porque eu conheço a minha tia muito bem e sei que ninguém escapa da língua afiada dela- eu decidi que era isso ou isso. Até aí tudo bem. Familía né?! Agora vocês devem estar se perguntado o porque de eu estar falando nesse assunto. Não eu ainda não descuti com ninguém.
É que o meu professor de filosofia - adoro ele - perguntou pra gente qual a pior dificuldade que a gente tem no dia-a-dia. Algumas pessoas falaram que era ter que pegar ônibus - também acho - outras ficar sem dinheiro -fato- outras ficar longe da familía, outras ter o banheiro feminino misturado com masculino; derepente o professor apontou pra mim e eu respondi meio com vergonha de que a maior dificuldade era morar com familía. Porque você já tem os teus problemas e ainda tem que ouvir os problemas dos outros -nessa hora meus olhos já tavam cheio de lágrimas- Não você imagina:
Tu acorda 05:50, pra fazer café, tomar banho, se arrumar, tomar café, calçar tênis, pegar tuas coisas -isso tudo com o maior cuidado porque tá todo o mundo dormindo e tu tá morando de favor, não é legal incomodar- sai desesperada pra chegar na Barão antes de o ônibus passar. Chegar no colégio e se deparar com trabalhos, prova surpresa, fofocas, brigas, ciumes, professores estressados -que acabam estressando a gente- 10:30 bate a fome, mas ainda tem 1 hora de aula pela frente e uma fila enorme pra enfrentar na hora de trocar a senha, pra pegar 160 pra frente -eu nunca consigo pegar senha baixa :(- esperar um tempão pra almoçar, e depois de algumas horas de 'descanço' mais aula, mais trabalhos.
17:30 hora de ir pra casa, vou a pé gasto meia hora pra chegar. Chego cansada e vou ouvir os problemas, discussões dos outros, como se já não bastasse os meus. Sem contar que tu não se sente a vontade; afinal a casa não é tua. As coisas não são tuas, tu tem uma maneira de ver as coisas eles já tem outras, tu foi criada de um jeito eles já tem outros conceitos. Falta privacidade, falta espaço e obviamente que de vez em quando eles acabam dando opinião onde eu não peço -logo eu que odeio que se metam na minha vida- e eu evito o máximo me meter onde eu não sou chamada.
Ontem quando eu cheguei do colégio, abri o armário e percebi que tinham 'arrumado' as minhas coisas. Tinham tirado umas roupas e colocado numa caixa. Dobrado as minhas roupas e mexido nas coisas eu claro não gostei, mas tabém não falei nada. Eu acho que ninguém gosta que mexam nas coisas, isso é fato. E não é a primeira vez. E eu ainda tenho 3 anos pela frente. Meu Deus."

P.S. Ouçam: Na sua estante (Pitty)

P.S². Amores desculpa a demora pra postar, mas é pela falta de privacidade que eu não tô postando com frequência. As pessoas ficam atrás do PC e eu não acho legal.

# Eu tô estranha. Me sentindo totalmente confusa. O garoto dos posts anteriores se declarou pra mim e eu sei lá, disse que eu não sabia. A vida a vida. Tô mais perdida do que nunca.
# Hoje não teve aula!! Me livrei de um trabalho de sistema de produção.
# Música do meu momento - Pensa em mim

Amores boa tarde e muitos beijos ;*

4 comentários:

Tania Girl disse...

Realmente, a convivência não é fácil... Mas tudo na vida é aprendizado né??
Também odeio que mexam em minhas coisas...

compreendo que vc deve estar na maior barra né? Longe dos pais e ainda por cima nessa situação...

E quanto ao garoto... Pensa bem se deve dar uma chance pra ele.. Ele não é aquele garoto que você falou no inicio do ano né??Que estava se apaixonando e tal... Enfim, ouça o seu coração!!!

bjos

Jamylle Carvalho disse...

nossa. mesmo com a minha familia de verdade, eu me sinto assim.
muito chato msm. =/

E.Suruba disse...

éé, tbm acho, um dia quando não morar com minha mãe a gente vai se dar bem melhor...darwin explica

''Tay' disse...

Tenso =x
Também tenho alguns problemas com conviver com minha familia.
E em relação ao colégio, acho péssimo ter que acordar de madrugada e ainda chegar no colegio e ter akela penca de tarefa pra fazer, isso quando nao tem prova.
Em alguns aspectos até que te entendo ^^

bjus =*